facebook: esse prodígio da autoajuda

O Facebook transformou-se num enorme palanque de autoajuda. Pôr-do-sol, arco-íris, crianças brincando e bichinhos fofinhos são os panos de fundo de edificantes mensagens motivacionais.

Vamos dar uma olhadinha em algumas?

99% de chances de cair: parece-lhe um bom negócio?
99% de chances de cair: parece-lhe um bom negócio?

Sério, como alguém consegue publicar tal coisa em sua timeline? Alguém realmente acha que subir uma montanha, com 99% de chances de cair é uma decisão sábia? É para motivar alguém?

Este é o tipo de mensagem que deveria ter um aviso do Ministério da Saúde. 99% de chances de morrer é maior do que qualquer cigarro, bebida ou os dois juntos!

Como escreveu o grande Daniel Kahneman em Thinking, Fast and Slow: “Não há evidências de que os tomadores de risco gostem das emoções associadas. Eles simplesmente não conseguem avaliar a situação direito”.

Parece não ser o caso aqui, pois a pessoa soube calcular suas chances e, mesmo assim, resolveu ir em frente. É burrice mesmo.

Facebook2Sempre fui fã do Ayrton Senna mas, na boa, ele morreu espatifado num muro. Se foi ou não a barra de direção que quebrou, não importa muito.

Ele pode servir de exemplo para você se dedicar aos treinos, ir em frente na sua paixão.

Mas jamais sobre ir além dos seus limites, desafiar o perigo, confiar na intuição, usar o medo de forma positiva. É perigoso para a saúde.

Outra coisa interessante é como uma mensagem contradiz a(s) outra(s). Veja só este exemplo:

Facebook3Na fan page que divulga estas sandices, ao lado do Charlie Brown havia outra frase sugerindo que você lutasse por seus objetivos e fosse atrás dos seus sonhos – em vez de ser feliz com o que tem.

Do outro lado, um bebê gorducho insiste que a gente deve sempre mudar, viver uma vida diferente todo dia e não se contentar com quaisquer limitações que tenhamos – em vez de ficar feliz por ser quem você é.

Tentei selecionar mais algumas frases mas a minha cabeça começou a doer de verdade e notei que meu cérebro tentava fugir pelo ouvido.

Vou fazer uma pausa antes de procurar outras frases assim. Uma pausa de uns cinco anos.

2 pensamentos em “facebook: esse prodígio da autoajuda”

  1. direto do twitter

    Todos já percebemos que as redes sociais estão inundadas pela praga da autoajuda. Citamos alguns exemplos do Facebook no último texto e, agora, vejamos o que o Twitter tem a nos eferecer de ruim. A única vantagem do Twitter em relação ao Facebook é que…

  2. Hahaha sério… até agora a minha postagem preferida!!! Muito boa.
    O Kiyosaki (Pai Rico, Pai Pobre) dando calote é outro bom exemplo. (Isso sem entrar muito no mérito dele dar conselho de ridículos a ilegais).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *