o que nunca disseram sobre autoajuda

Depois que você leu um punhado de livros de autoajuda e continua na mesma pindaíba, espero que já tenha entendido que o segredo para o sucesso não consiste em apenas querer ser um sucesso.

Embora os livros de autoajuda digam que você tem tudo para ser o próximo milionário, você continua almoçando no quilo mais barato. Por mais que você queira ser rico. Por mais que você queira muito ser rico. Por mais que você queira muitíssimo ser rico.

Querer, apenas, não adianta. Querer, somente, não vai te dar um Real. Querer, isoladamente, é como sonhar com a Mega Sena sem ao menos comprar um bilhete. É um sonho tolo, uma esperança inútil.

Nunca, jamais alguém ficou rico – ou famoso – pelo simples fato de querer ficar rico. Ou famoso. Há um elemento oculto aí no meio que, misteriosamente, os livros de autoajuda se esquecem de mencionar: o esforço*.

Livros de autoajuda não dizem isso simplesmente porque não é o que você gostaria de ouvir. Afinal, se você realmente estivesse interessado em se esforçar, desde o início, não teria comprado um livro de autoajuda. Teria comprado um de estatística ou matemática financeira. Daqueles grossos e não dos que prometem transformar-lhe num Warren Buffett em noventa minutos.

Isto é até natural, já que livros de autoajuda vendem-se apoiados na linha do menor esforço. Títulos ou subtítulos normalmente escondem atrás de um eufemismo politicamente correto a seguinte mensagem: fique rico e seja feliz sem fazer nada.

____________________

* Para evitar apavorar demais o fã fervoroso de autoajuda, vou evitar falar em talento por enquanto. Tratemos, por ora, só do esforço.

2 pensamentos em “o que nunca disseram sobre autoajuda”

  1. Ou magra… “Por mais que você queira ser magra. Por mais que você queira muito ser magra. Por mais que você queira muitíssimo ser magra.” Comprar livros de autoajuda não ajudaram. ¬_¬

  2. Não sei se concordo com você quanto aos livros venderem sucesso sem esforço. Há uns dois anos, apesar de não ter lido ou assistido “O Segredo” (bem que tentei, mas não consegui passar dos 15 minutos) li “A Lei da Atração, O Segredo Colocado em Prática”. Basicamente o que diz esse livro é que você consegue alterar o universo com seus pensamentos e enumera as atividades que você tem que fazer para consegui-lo.
    Só para resumir, você escreve o que não quer, depois o que quer, cria uma afirmação do desejo e “permite”.
    Supondo que seja possível alterar a matéria com o esforço mental, seria bem mais difícil conseguir isso do que deixar de comer doces durante a semana, caminhar meia hora por dia ou ler 20 livros por ano.
    Abraço
    Ingmar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *