Navegar é preciso…

FONTE: Revista SER Espírita
FONTE: Revista SER Espírita

Se você também curtiu a frase ao lado1 no Facebook ou Twitter, então responda depressa:

– o que é uma genoa?
– estibordo é o lado esquerdo ou direito da embarcação?2

Se me derem um barco a vela para comandar, é possível que ele ande para trás, bata no cais e afunde. Talvez aconteça o mesmo com você. Ajustar as velas de um barco é algo que vai além das minhas habilidades.

Continue lendo “Navegar é preciso…”

indo além da crítica

O autoatrapalha não veio apenas para fazer uma crítica e ir embora, deixando os corpos pelo caminho. Como já disse antes, a autoajuda até tem a sua utilidade, que é reforçar o seu desejo de conseguir algo na vida (se você não quer nada na vida, o que está fazendo aqui?).

O problema deste discurso é que ele não te leva à ação, necessariamente. Via de regra, os livros de autoajuda dizem que você tem tudo para ser um sucesso e que, para isto, basta você acreditar, pensar positivo, adorar o que vê no espelho blá, blá, blá…

Continue lendo “indo além da crítica”

sonhos que ajudam e atrapalham

Mesmo os que não gostam de autoajuda concordam que nesta corrente de pensamento há, ao menos, uma saudável dose de otimismo. Tendo a concordar com isto, desde que o otimismo não se transforme numa histeria coletiva, em que todo mundo acha que vai realizar seus mais selvagens sonhos.

Sonhos podem ser poderosas ferramentas motivacionais, ao colocar um objetivo à nossa frente para nos dar ânimo para seguir adiante.

Seja um carro novo, um emprego melhor ou uma casa maior, ter uma meta significa quantificar seus desejos e determinar um norte para seus esforços. Mas seus sonhos precisam, ainda assim, ter uma boa dose de realidade.

Continue lendo “sonhos que ajudam e atrapalham”

menor esforço, maior ilusão

Escrevi por aqui, em algum lugar, que a autoajuda baseia-se na Lei do Menor Esforço. Você jamais encontrará um título que diga que para ter sucesso no trabalho é preciso ser faixa preta em Estatística e Finanças, ou que para emagrecer deve alimentar-se como um náufrago e exercitar-se como um maratonista – nunca o contrário!

Em vez disto, os livros pregam que você será presidente da empresa assistindo Chaves e ficará fininho comendo como o Seu Barriga. Bom, se isto não for o suficiente para você desistir destas teorias, deixe-me tentar um pouco mais.

Continue lendo “menor esforço, maior ilusão”

o que é autoatrapalha?

O autoatrapalha foi uma ideia que surgiu no meu outro blog, o Não Posso Evitar…, numa das minhas inúmeras críticas à autoajuda.

A autoajuda é uma doutrina que prega que o nosso destino está em nossas mãos, que o sucesso é uma questão de vontade, que a felicidade reside em você mesmo.

Não discuto nada disso, porque realmente acredito que somos os atores principais de nossas histórias individuais. Enquanto enredo, a autoajuda está perfeita. O problema, meus caros, está nos atores. Em mim e em você.

Continue lendo “o que é autoatrapalha?”

o golfinho benevolente

golfinho bonzinho?
golfinho bonzinho?

Volta e meia aparece na mídia a comovente história do náufrago, salvo da morte por um golfinho que o ajudou a nadar até uma praia próxima. A narração do episódio, sempre enfeitada por emocionados depoimentos dos sobreviventes, reforça a crença de que o golfinho é um animal amigo e bonzinho.

Mas será que é mesmo? Será que não existem golfinhos maus, que afogam os náufragos só por diversão?

Continue lendo “o golfinho benevolente”