dívidas e autoestima

DívidasPeço desculpas antecipadas pela esdrúxula escolha da foto ao lado, mas ela ilustra a matéria que será comentada a seguir e, de certa forma, já antecipa a trapalhada que está por vir.

A pisada na bola vem da Superinteressante, mais precisamente do artigo Dívidas aumentam a autoestima. Um título destes num país que vive uma desenfreada farra de crédito é, no mínimo, irresponsável. Além, é claro, do fato de estar bastante equivocado.

Continue lendo “dívidas e autoestima”

autoajuda e superstição

Durante competições esportivas é comum vermos atletas, até os de ponta, entregarem-se a superstições, simpatias, mandingas e toda sorte de artifícios que possam trazer-lhes alguma vantagem. Ora é a chuteira abençoada, outra o amuleto escondido.

Até nas arquibancadas – ou principalmente nelas – as crenças se repetem com a camisa do time que nunca é lavada, a cueca abençoada ou o amigo pé-frio sempre enxotado.

O que todos convenientemente esquecem, atletas e torcedores, é que a chuteira da sorte também chuta pênalti para fora, o amuleto já perdeu jogo, a camisa fedida já amargou derrotas (assim como a cueca) e o pé-frio já comemorou vitórias.

Continue lendo “autoajuda e superstição”

facebook: esse prodígio da autoajuda

O Facebook transformou-se num enorme palanque de autoajuda. Pôr-do-sol, arco-íris, crianças brincando e bichinhos fofinhos são os panos de fundo de edificantes mensagens motivacionais.

Vamos dar uma olhadinha em algumas?

Continue lendo “facebook: esse prodígio da autoajuda”

autoajuda financeira

Sob os mais variados disfarces, diferentes veículos e distintas carapuças, sempre há uma armadilha de autoajuda pronta a pegar um desavisado. A mídia, por exemplo, está repleta delas.

Recentemente o caderno de Economia do UOL estampou um bom péssimo exemplo em suas páginas: Como juntar R$ 1 milhão com R$ 360,00 por mês.

Continue lendo “autoajuda financeira”

menor esforço, maior ilusão

Escrevi por aqui, em algum lugar, que a autoajuda baseia-se na Lei do Menor Esforço. Você jamais encontrará um título que diga que para ter sucesso no trabalho é preciso ser faixa preta em Estatística e Finanças, ou que para emagrecer deve alimentar-se como um náufrago e exercitar-se como um maratonista – nunca o contrário!

Em vez disto, os livros pregam que você será presidente da empresa assistindo Chaves e ficará fininho comendo como o Seu Barriga. Bom, se isto não for o suficiente para você desistir destas teorias, deixe-me tentar um pouco mais.

Continue lendo “menor esforço, maior ilusão”

o golfinho benevolente

golfinho bonzinho?
golfinho bonzinho?

Volta e meia aparece na mídia a comovente história do náufrago, salvo da morte por um golfinho que o ajudou a nadar até uma praia próxima. A narração do episódio, sempre enfeitada por emocionados depoimentos dos sobreviventes, reforça a crença de que o golfinho é um animal amigo e bonzinho.

Mas será que é mesmo? Será que não existem golfinhos maus, que afogam os náufragos só por diversão?

Continue lendo “o golfinho benevolente”